Economia Bárbara

Seu Bolso

Black Friday: reclamações sobem 57,6% em 2019; fast foods lideram queixas

Segundo o balanço final do site Reclame Aqui, a data promocional teve 8.830 reclamações; Burger King e McDonald’s encabeçaram o ranking das empresas mais reclamadas devido às falhas no sistema do Mercado Pago  

Bárbara Leite

Publicado

em

Propaganda enganosa e dificuldade para finalizar compra estão entre os principais problemas da Black Friday 2019: Foto: Pixabay

A Black Friday 2019 registrou 8.830 reclamações, uma alta de 57,6% em relação a 2018, quando foram registradas 5,6 mil queixas, com as redes de fast food liderando o ranking das empresas mais reclamadas, pela primeira vez, desde a importação da data promocional americana há dez anos. O balanço final é do site Reclame Aqui, que monitorou as reclamações entre a última quarta-feira (27) às 11h e esta sexta (29) à meia-noite.

Burger King e McDonald’s figuravam na primeira e segunda posição de empresas com mais reclamações. Foram 545 e 491 queixas respectivamente até à meia-noite desta sexta. As rivais do segmento fast food foram notificadas pelo Procon-SP pela suspensão das respectivas promoções por uma falha no sistema de pagamento. Os clientes das lanchonetes só teriam direito às maiores ofertas caso fizessem o pagamento por meio do aplicativo Mercado Pago. Com o sistema fora do ar, clientes não conseguiram aproveitar as promoções de lanches oferecidas.

Leia também: Black Friday: Procon notifica Burger King e McDonald’s após queixas

No Burger King, a promoção de três sanduíches por R$ 15 subia a seis, se o pagamento for feito pelo aplicativo. Já no McDonald’s, o cliente que usasse o sistema na compra de dois lanches pagava R$ 4,90; um McColosso saía por R$ 0,50.

Para o CEO (presidente executivo) do Reclame Aqui, Edu Neves, os grandes players do mercado apostaram muito em tecnologia e novamente se complicaram. “Quiseram oferecer a seus consumidores a experiência de compra pelos seus aplicativos e meios próprios de pagamento, que não suportaram a demanda”, analisou.

O Mercado Pago diz que o seu sistema teve um breve período de instabilidade, mas que o problema foi resolvido.

Ambas as redes de fast food disseram que o não funcionamento do aplicativo foi consequência da grande procura por parte dos clientes.

Em nota, o McDonald’s lamentou o ocorrido e reforçou que estava “colocando todos os esforços com o parceiro para mitigar o impacto na experiência do consumidor”. Já o Burger King reforçou o compromisso em oferecer serviços de qualidade aos seus consumidores. “Por isso, vamos manter as ofertas para todos os meios de pagamento, nos restaurantes participantes.”

Confira o ranking final das empresas mais reclamadas na Black Friday 2019:

Empresa reclamadaNº de queixas
1. Burger King 545
2. McDonald’s 491
3. Méliuz 321
4. Americanas.com313
5. Mercadopago.com249
6. KaBum!201
7. Carrefour-Loja Online196
8. Magazine Luiza-Loja Online192
9. Casas Bahia-Loja Online190
10. Ame Digital169

Fonte: Reclame Aqui (De 27/11 às 11h a 29/11 às 0h)

Principais problemas

Entre os principais problemas apontados pelo consumidor foram a propaganda enganosa, com 33,57% do total das queixas seguido de dificuldade em finalização da compra (11,25%) do total.

De acordo com o site Reclame Aqui, queda de sites, dificuldade para finalizar compras e inserir compras nos carrinhos, além de filas de espera acima de uma hora em sites apareceram na Black Friday de 2019.

A propaganda enganosa liderou as reclamações com 33,57% do total das queixas seguido de dificuldade em finalização da compra (11,25%) do total. Divergência de valores representou 7,89% das queixas. Atraso na entrega (5,84%) e estorno do valor pago (4,8%) completam o Top 5 das principais reclamações em 2019.

Busca por reputação foi recorde

O número de visitas e pesquisas no site Reclame Aqui bateram novo recorde. Dos mais 1 milhão de visitantes nesta sexta, 85% tinham a intenção de pesquisar antes de comprar. Estavam à procura da reputação das marcas, diz o site.

Publicidade
Subscreva nossa Newsletter!
Cadastre seu e-mail para receber nossa Newsletter com dicas semanais.
Invalid email address

Mais Lidas